Presidência do TJAC discute parcerias com a Faculdade

TJAC e FAAO já mantêm entre si cooperação técnica voltada a atividades acadêmicas, como as Jornadas de Estudos da Escola do Poder Judiciário (Esjud.

Fortalecimento da atuação na área social e acordos que beneficiem os servidores do Judiciário Acreano foram os principais temas do encontro. 

A Presidência do Tribunal de Justiça do Acre discutiu parcerias com a Faculdade da Amazônia Ociental (FAAO) para fortalecer a atuação das instituições, sobretudo nas áreas de interesse social.

A desembargadora-presidente Denise Bonfim recebeu o coordenador do curso de Direito da faculdade, Cícero Sabino; Tatiana Carbone, coordenadora-auxiliar; Emerson Costa, coordenador de Prática Jurídica, e Gilberto Moura, da Assessoria de Comunicação. Diretor da Escola do Poder Judiciário (Esjud), o desembargador Roberto Barros integrou as tratativas. A diretora de Gestão Estratégica do Tribunal, Socorro Machado, também participou da reunião.

“Estamos engajados na missão de oferecer os melhores serviços à comunidade. Por isso, as parcerias são sempre bem-vindas e necessárias para ampliar a nossa presença na sociedade”, disse a presidente do TJAC.

TJAC e FAAO já mantêm entre si cooperação técnica voltada a atividades acadêmicas, como as Jornadas de Estudos da Escola do Poder Judiciário (Esjud); e também com o Centro Judiciário de Solução de Conflitos (Cejusc), que funciona dentro da unidade de ensino.

O desembargador Roberto Barros assinalou a relevância do aspecto acadêmico para a formação, qualificação e aperfeiçoamento do corpo funcional do Judiciário Acreano. Ele irá analisar a viabilidade técnica para ajudar a agilizar a consolidação dos acordos.

“É uma honra estarmos aqui. Quero contribuir com essas ações existentes, mas estreitar as relações, e desenvolver outras”, frisou Cícero Sabino. Ele citou como exemplos possíveis os cursos, atividades de extensão, inclusive utilizando a mão de obra de profissionais das áreas de Psicologia e Serviço Social.

ASCOM/TJAC