Plano Municipal de Saneamento é aprovado após tentativa de usurpação de função pública

A base aliada ficou desmoralizada nesta sessão de terça-feira (08), quando votaram novamente o projeto de Lei do Plano Municipal de Saneamento Básico do município de Senador Guiomard.

O vice-presidente Magildo Lima (PP) tentou usurpar as funções do Presidente Gilson da Funerária, do mesmo partido em companhia dos demais integrantes da base aliada do prefeito municipal tentando realizar uma sessão, considerada inválida.

Após realizar a sessão, a mesa diretora através de seus membros verificou junto a procuradoria da casa que houve novamente o crime de usurpação de função pública, razão pela qual caberia uma representação jurídica em desfavor do vice-presidente.

“Essa é a prova que não sou contra o desenvolvimento do Quinari, nem eu e nenhum desses vereadores e vereadoras, e as coisas aqui na Câmara são diferentes, nós respeitamos as leis, o regimento e vamos contribuindo com a cidade e a zona rural”, comemorou o vereador Gilson.

Questionado se ainda representaria o colega de partido, Gilson disse que o consenso prevaleceu. “Vamos deixar isso pra lá, aqui na Câmara somos todos em defesa do povo”, disse.

Diante disso, os vereadores entraram em consenso, a sessão que fora realizada pela base sem parte dos representantes da mesa não teve validade nenhuma e o projeto foi colocado em votação, tendo sido aprovado por unanimidade.

Relacionados:

Câmara realizará extraordinária na sexta-feira (07) para tratar do Plano de Saneamento

Sete vereadores faltam sessão extraordinária para votação do plano de saneamento