Tentativa de abertura de CPI é modelo antigo de extorsão em face de Prefeitos no Quinari

Um modelo antigo de política parece que não muda no Quinari. Parte de vereadores se elegem no intuito de locupletar suas vaidades pessoais e quando se deparam com o baixo salário de vereador, começam a colocar a faca no pescoço dos Prefeitos.

O fato é antigo e se repete ao longo dos anos, em que pese o aprofundamento de investigações e a sabedoria da justiça que à cada operação demonstra grande entendimento de como desbaratar quadrilhas.

Esse é o caso de uma possível Comissão Parlamentar de Inquérito que seria instalada por denúncia de um popular, também praticante de extorsões. A oposição do Prefeito Gilson, toda enrolada em ação da Polícia Federal comemorou e usou os argumentos, como forma de tentar obterem seus pleitos pessoais atendidos.

Em nota a Secretaria de Comunicação esclareceu:

Nota de Esclarecimento

O Prefeito em Exercício Gilson Pessoa esclarece que dentro das normas e limites constitucionais vai responder todas as demandas suscitadas pelo parlamento.

A dispensa de licitação é uma previsão legal da Lei 8.666, mormente tudo considerando o momento de instabilidade administrativa e jurídica da municipalidade para atender a continuidade dos serviços públicos.

Por outro lado, as providências jurídicas em relação às demais denúncias estão sendo tomadas administrativa e criminalmente para punir qualquer culpado.

Estamos à disposição da imprensa e de todos.

Gilberto Moura
Secretário de Comunicação