Dados apontam que Estado gasta, anualmente, R$ 120 milhões com cargos comissionados

O candidato ao senado pelo MDB Marcio Bittar, disse, em sua página no facebook, que defende “o fim dos privilégios” no estado do Acre. Segundo dados apresentados por ele, o governo gasta por mês, quase R$ 100 mil, somente com pagamentos de pensão aos ex-governadores.

De acordo com o emedebiata, dentre os três governadores aposentados estão o atual deputado federal Flaviano Melo (MDB), o senador Jorge Viana (PT), e o ex-governador Binho Marques (PT), que atualmente reside fora do estado. O valor corresponde ao salário atual do chefe do Executivo: R$ 30.471,11.<

Bittar, destacou ainda, que o atual governo gasta algo em torno de R$ 120 milhões de reais, com pagamentos dos cargos de confiança, criados pela gestão petista. Somados os valores, são gastos mensalmente, quase R$ 1 milhão.

O candidato ao senado Marcio Bittar declarou defender o fim dos privilégios no estado

Defensor do fim dos privilégios

O ex-deputado federal, disse que quando exercia o cargo em Brasília, apresentou duas propostas: a primeira foi extinguir o pagamento do 14° e 15° salários aos parlamentares federais. E a segunda era reduzir pela metade, os cargos de confiança criados pelos governos.

SAIMO MARTINS, PARA CONTILNET