Cargo de confiança no Ministério Público usa das redes sociais e faz ativismo

A assessora da Promotoria de Justiça do Ministério Público do Acre em Senador Guiomard Alderlene Castro, há tempo vem fazendo ponderações e militância nas redes sociais, tendo em vista que as leis garantem a livre manifestação do pensamento.

Ocorre que as ponderações da “servidora cargo de confiança” nomeada pela vontade da Promotora de Justiça Eliane Misae sempre discordam das opiniões que afrontam ou criticam o executivo do município, em claro tom de militância.

Se não bastasse, Alderle é irmã de um dos assessores que atuam na Procuradoria Jurídica do Município, e a mesma atua na Promotoria Civil, responsável por receber denúncias, apurar responsabilidades dos gestores públicos e proceder à futuras representações.

Não é de hoje que o fato acontece. Com farto acervo probatório, vereadores ameaçam representar a promotora e questionar possíveis atos, que eles suspeitam direcionamento de investigações e outras demandas da promotoria.