Uchôa nega que tenha cometido crime e diz que defende o bem do Quinari

O Presidente da Câmara dos Vereadores, vereador Pastor Uchoa (PSD) ligou ao Portal Quinari para explicar que não cometeu crime em relação ao ato de publicação da Portaria que instalou a Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI em desfavor do Prefeito Municipal.

“Quero explicar que eu sou a favor do Quinari, a oposição do Prefeito tá fazendo essas denúncias, não posso impedir o trabalho deles, e da mesma forma não posso ser contra o Prefeito, eu por mim o Prefeito cumpre o mandato dele e a Câmara vai ajudar no que for preciso, pois é pelo povo”, disse o Presidente.

A matéria explicada por Uchoa refere-se ao crime de usurpação de função pública, que teve inclusive declaração de resolução nula pelo poder judiciário. Sobre isso o pastor negou que tenha cometido alguma ilicitude.

Ao ser questionado sobre a acusação de recebimento de mensalinho, afirmado em ação controlada da PF, pelo então Prefeito André Maia, o vereador declarou que vai provar sua inocência na justiça, que tudo aconteceu em virtude dele ter adotado uma postura independente no parlamento.