Leno da Bonal assume o mandato em virtude do vereador Gilson exercer as funções de prefeito municipal.

Leno da Bonal toma posse como vereador na Câmara Municipal 

O suplente de vereador Leno da Bonal (Progressistas) assume interinamente o mandato Gilson da Funerária, chamado ao exercício de prefeito municipal. 

Gilson na condição de presidente, tendo em vista a prisão de André Maia e a renúncia do vice, como terceiro na linha sucessória assumiu a gestão municipal.

Na Câmara se encontra então aberta uma vaga de vereador que passa a ser ocupada interinamente pelo vereador Leno da Bonal, do mesmo partido de Gilson da Funerária. 

Todos esses fatos ocorrem em virtude da prisão de André Maia e parte da cúpula de secretários. O Desembargador Laudivon Nogueira já negou a soltura dos acusados. Eles também recorreram ao Superior Tribunal de Justiça e não obterem êxito.