Projetos que tratam de reajustes da tarifa de iluminação e municipalização do trânsito são enviados para votação dos vereadores

O Prefeito André Maia enviou para Câmara Municipal dois projetos. Segundo ele mesmo em vídeo gravado ao lado dos representantes do Sindicato dos Servidores da Administração Municipal, as propostas de lei se tratam de reajuste financeiro da contribuição de iluminação pública e ainda da municipalização do trânsito.

Após as informações serem levadas ao conhecimento da população pelo vereador Fabricio Lima – PSDB, vereador Gilson da Funerária – PP, Celso Oliveira – PSDB e a Câmara colocar a pauta para debate da população, um texto foi divulgado no que se refere a municipalização do trânsito. Sobre a taxa de iluminação, a explicação são que os valores cobrados no município não paga os custos dos serviços públicos.

Comentou o vereador Fabricio Lima pelas redes sociais: Prefeito de Senador Guiomard está querendo aumentar a contribuição para manutenção da iluminação pública do nosso município, eu sou contra. Também sou contra a municipalização do trânsito, pois acho que esses serviços não é para ser visto como forma só de arrecadação financeira para o município, também por falta de estrutura e competência para o assunto.

Gilson da Funerária comentou nas redes sociais: Prefeito de Senador Guiomard esta querendo aumentar a contribuição para manutenção da iluminação pública do nosso município, eu sou contra. Também sou contra a municipalização do trânsito, pois acho que esses serviços não é para ser visto  apenas como forma de arrecadação financeira para o município, também por falta de estrutura e competência para o assunto. Já pagamos muitos impostos e não vejo necessidades de municipalizar o trânsito pois só vai gerar mais multas para o povo. Um exemplo do que a RBTRANS faz em Rio Branco além de multar os cidadão de bem. Nós precisamos de saúde, educação, saneamento básico e não mais impostos e multas.

Em defesa das matérias a vereadora Irmã Chaguinha comentou nas redes sociais: Isso é verdade… esses tais tentam coloca o povo contra o prefeito de qualquer jeito. Não existe desenvolvimento de uma cidade sem arrecadação, como vamos fazer pra que aja iluminação pública?

Diz parte do texto da Secretaria de Comunicação Social: Diante de divulgações nas redes sociais com inverdades sobre o Projeto de Lei de Municipalização de Transito, e de sua importância na arrecadação das multas que hoje vai direto para o Governo do Estado ao invés de entrar diretamente nos cofres da prefeitura de Senador Guiomard. Esclarecemos que é um direito constituído dos municípios aonde Sena Madureira e Cruzeiros do Sul já saíram na frente e se adequaram ao novo sistema. Vale ressaltar que a Lei foi criada no ano de 2008, na gestão do ex-prefeito Celso Ribeiro e que hoje está na Câmara Municipal apenas para fazer a adequação necessária, para que seja implantada em definitivo no município. Se faz necessário frisar que o estardalhaço que alguns vereadores de oposição estão fazendo não condiz com a importância deste Projeto para o município, pois, visa beneficiar Senador Guiomard somente com o que já existe e não o Estado que abocanha tudo e deixa o município na total dependência, tendo que andar com o pires na mão em busca de solução, como uma simples pintura em frente de uma Escola.