Eleição deve ser momento de reflexão

Gilberto Moura – Especial para o Portal Quinari

Os anos passam. As tarde chegam e nós vamos vivendo. Vivendo, uns com maior intensidade, outros com menos e as diferenças se somando para que possamos compor a sociedade. A vida sempre será uma grande orquestra musical.

Amigos (a) o Brasil nesses anos viveu em sua história altos, baixos a depender de quem narra a história, como bem lembrou o filósofo Mário Sérgio Cortella. Se você perguntasse sobre os fatos recentes, a depender das convicções ideológicas, religiosas e políticas, cada corrente teria determinada visão.

Gosto da política. Estimo a democracia. Acredito em dias melhores. Não vejo outra saída para as transformações sociais que não seja através da política. E você?

Sei que o clima no Brasil é de todos contra todos, parece que chegamos aquele ponto, no qual pior do que esta não fica. E não deve, não poder ser essa a  nossa visão.

Devemos observar que cada homem e mulher é responsável pelo futuro individual e coletivo. Parece uma piada dizer isso, todavia é cabível afirmar pois desde a pré-história buscamos as relações sociais. Não conseguimos viver no isolamento. Se isso acontece desde sempre, devo então me preocupar com o coletivo, claro que não deixando de lado aquele pensamento individual que impulsiona ao trabalho e a realizar nossos desejos.

Quero nesse momento, enquanto jovem, homem e cidadão te convidar a refletir sobre os diversos cenários. Lhe convido a fazer pesquisas com palavras chaves, diferentes daquelas que sempre usou. Feito isso, se pergunte como forma sua decisão de escolha de candidatos e aquilo lhe leva a depositar sua confiança.

Após fazer tudo isso, imagino que esteja apto a exercer o voto. Anote, guarde sua cola eleitoral e se recebeu propostas ou informação imprensa dos seus escolhidos também guarde.

Exposta essa contribuição, esperamos ter provocado a sua reflexão e ao mesmo tempo mostrado, que embora o seu voto seja único, a tua decisão exerce influência no todo.

*Gilberto Moura Santos é Formado em Teologia, História, graduado em Jornalismo pela UFAC, Especialista em Psicopedagogia e Acadêmico do Curso Direito.