Duas faces da moeda: Após aprovarem décimo para eles mesmo vereadores de comissões se negam a votar matéria a favor de servidores

Alguns dos vereadores da fotografia demonstram ciúmes em virtude da movimentação do executivo. Há suspeitas de charme e aumento da barganha. Prefeito disse que vai pedir sessão extraordinária.

Primeiro o meu umbigo, assim ficou claro o comportamento de vereadores nesta terça-feira (12) em sessão da Câmara dos Vereadores.

Após aprovarem em segundo turno décimo terceiro para o Prefeito, vice e os próprios parlamentares, os presidentes de Comissões James Queiroz (PR), Pastor Uchoa (PSD) e Francisca Macedo (PT) se negaram a emitir parecer verbal no projeto do Plano de Cargos Carreiras e Remunerações dos Servidores da Administração, de autoria do executivo do qual eles fazem base aliada.

A Mesa Diretora da Câmara recebeu em solenidade no salão paroquial o documento com uma grande festa realizada pelo Prefeito com a presença inclusive da maioria dos membros da câmara. Nesta terça-feira, a música mudou na frente de inúmeros servidores da administração que aguardavam a votação da matéria.

Da fotografia os vereadores Magildo Lima (PP) e irmã Chaguinha (PP) demonstraram ser favorável a votação na sessão desta semana. Os demais disseram que precisavam estudar a matéria e travaram debates com os servidores que assistiam a sessão.