Gestão quer autorização para contratação de seis professores provisórios

A Câmara recebeu nesta terça-feira (25) projeto de lei de autoria do poder executivo municipal para a contratação de 6 professores provisórios para atuarem na zona rural do município.

O projeto deu entrada às comissões da casa e já foi criticado pelo vereador Fabricio Lima (PSDB). “Recentemente a base do prefeito e o próprio prefeito defendeu a demissão de concursados, porque segundo eles estavam acima do limite de pessoal, diziam que tinham sido contratado muita gente, e agora chega um projeto como esse, não posso ser a favor disso”, disse o vereador.

Por outro lado a base aliada do prefeito defendeu a matéria alegando a necessidade de professores temporários na zona rural e informando que as demandas de gasto com pessoal foram sanadas.

Se aprovado o projeto prevê, segundo a o documento enviado a casa de leis a contratação imediata de 5 professores temporários. O vereador Fabricio Lima frisou que isso acontece mesmo o concurso 01/2015 estando em vigor.

Com dados da Câmara de SG